DEPRESSÃO: EU NÃO ESTOU OK

7 meses atrás

Home DEPRESSÃO: EU NÃO ESTOU OK

Image

DEPRESSÃO: EU NAO ESTOU OK…

A Depressão é a doença psíquica que assola nossos tempos. De acordo com pesquisas recentes no Brasil, estima-se que sejam diagnosticados aproximadamente 2 milhões de casos de depressão por ano, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o que corresponde a 5,8% da população – taxa que esta acima da média global (4,4%).

Na América Latina, a segunda maior prevalência de depressão ocorre no Brasil. A nível mundial pelo menos 30% da população, vai enfrentar algum episódio de depressão ao longo da vida. Números estes, que desafiam a ciência, tanto na etiologia, no diagnóstico, quanto na sua forma de tratamento.

Para quem sofre de Depressão, os sintomas são sorrateiros, persistentes, que corrói o psíquico do indivíduo. Aos poucos a pessoa vai se sentindo sem energia, por hora um desânimo, uma tristeza, uma angústia, sem razão aparente. Tende aos poucos, se isolar, se fechando em seu mundo interno, pensamentos que vagam e as colocam sem perspectiva.

Caracterizando a doença da Solidão, aos poucos o indivíduo vai se distanciando do mundo real e as vezes acompanhados de sentimentos depreciativos a seu próprio respeito, a respeito da vida, sem vontade de viver e em casos mais extremos, vontade de morrer…o que é mais difícil de entender é…que tudo isso não é por vontade própria, mas de uma “estranha força interna” .   

As razões para o aparecimento destes sintomas em um indivíduo, não estão totalmente esclarecidos, porém, fortes indícios apontam para algumas causas como: biológicas e genéticas que causam mudanças na função cerebral, incluindo alteração na atividade de determinados circuitos neuronais no cérebro, repetidos eventos impactantes e traumáticos ou perdas significativas onde o indivíduo não consegue elaborar e fatores ambientais familiares, crianças que convivem com familiares depressivos, podem emocionalmente aprender a se expressar de forma depressiva.    

A depressão por ser um transtorno psiquiátrico é necessário buscar ajuda de um profissional da área da saúde mental, médico psiquiatra e ou psicólogo clínico, onde a base do tratamento geralmente inclui medicamentos, psicoterapia ou uma combinação dos dois. Cada vez mais, as pesquisas sugerem que esses tratamentos podem normalizar alterações cerebrais associadas à depressão.

A Terapia pode te ajudar….me conte a sua história!!!

Janaina Baschirotto

Psicóloga Clínica – CRP 12-05246

Deixe seu contato!

Precisa de ajuda? deixe seu nome e whatsapp que entraremos em contato.